"PORQUE NARCISO ACHA FEIO O QUE NÃO É ESPELHO" (Caetano Veloso).

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

ENDEREÇOS CORONÁRIOS


[Imagem: Memory or The heart - Frida Kahlo
Vídeo: Litle girl blue - Nina Simone] 

Beco de putas,
Templo de beatas.
De bater, meu coração, já não escuta
A marcha da vida sobre duzentas patas.

Esquina de moços lascivos,
Academia de doces rapazes.
Vivo, meu coração, entre outros vivos,
Ressente-se por emoções muito fugazes.

Calçada de viciados,
Passeios de família.
Entre um hemisfério e outro, ancorado,
Meu coração, esta remota ilha.

Covil de malfeitores,
Esconderijo de perseguidos.
Meu coração no céu de caça dos açores
Recolhe espólios de canários abatidos.

Caverna de eremitas,
Palco de encanações.
Tine, retine, pancadas fortes e aflitas,
Meu coração aflito, junto a quietos corações.

Praça de touros,
Rua de via-sacra.
Coração pleno de dejetos e tesouros,
Ora se abre e festeja; ora se esconde e se lacra.

[Dos: POEMAS DO ESTOQUE]

6 comentários:

Lara Amaral disse...

Sei que não é a sua intenção, mas vc me dá uma aula sempre que venho aqui. Hoje meu silêncio pesou ao voltar para ler seu novo poema, há pouco vim para comentar o outro. Fico sem saber o que dizer, mas preciso falar: vc é incrível!

Eliane Furtado disse...

Para entender o poema e as reflexões do Espelho é preciso muita concentração. As madrugadas são boas para isto. Leio e releio para entrar no mundo do Poeta.
Demoro um pouquinho a voltar, mas volto viu?!

Cristina Thomé disse...

Gui, maravilhoso! Beijo bem grande!

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Lara,

Pois, olha, a gente vai trocando emoções e emendando palavras, tentando, tentando e tentando... De vez em quando acerta e emociona. Quando isso acontece dá uma sensação de renascimento. É muito bom!

Grato pelas palavras.

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Eliane querida,

Fico lisonjeado por ter sua companhia tão cedo. Particularmente adoro as madrugadas e boa parte de minha produção nasce por aí, a partir de uma horas e até a madrugada.

A crônica que acabei de publicar é um exemplo disso. Terminei de escrevê-la na madrugada de hoje, mais precisamente à 01h30...

Demore, mas não demore muito... Volte, e isso sim, volte muito, volte sempre.

Super beijo.

AGNALDO NO ESPELHO disse...

Krikas linda de mi corazón,

É tão bom tê-la de volta... Fico namorando com seus textos e mergulhando nas singularidades, nas delicadezas pequenas e simples...

Quando você vem aqui, então, fico comovido de tão feliz.

Super beijo.